sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Tempos de crise (revisited)





Não sei o que fiz, mas dei cabo de um antigo post com esta fotografia. Azelhices!!!
Mas, como gosto muito dela volto a coloca-la outra vez aqui.

A legenda que fiz continua a mesma:

Foto de 1936, altura em que a palavra crise tinha um real significado.

5 comentários:

pinguim disse...

A foto é muito boa, realmente; mas achas que os tempos agora estão melhores???
Abraço.

com senso disse...

Creio que nas antevésperas da Segunda Guerra Mundial se poderia encontrar "instantâneos" destes por toda a Europa.
O que se lhe seguiu foi demasiado tenebroso, para que lhe chamemos apenas crise.
Hoje em dia, apesar da recuperação europeia que se deu após a guerra, subsistem no mundo tantos e tantos dramas de pobreza absoluta, que fotos destas são importantes para nos alertar que afinal temos feito tão pouco para que as coisas melhorem...

Socrates daSilva disse...

Pinguim,
Hoje, creio que existem também alguns reais casos dramáticos de miséria e fome no nosso pais. Mas, quando se vai a um shopping ou um supermercado e se vê a febre de consumismo que já começa a mais de duas semanas do natal, não creio que exista uma crise assim tão generalizada.
O que existe é que à conta de alguns casos dramáticos, e serão mais do que deviam ser, andam todos a “chorar” a crise sem muitos realmente a terem. Quando muito não se podem dar aos luxos que antes tinham.
Pode ser uma opinião irrealista, mas quem observa os hábitos de consumo dos portugueses fica a pensar que espécie de crise será.
Abraço!


Com senso,
É bem verdade o que escreves!
Tenho pensado, por exemplo, no que se está a passar agora no Zimbabwe. Por causa de algo tão básico para nós, como água canalizada e saneamento básico, estão a morrer milhares de pessoas.
Como é possível no ano 2008?
Como é possível com o que se gasta em armas ou em injectar fundos financeiros em bancos?
Como é possível deixarmos seres humanos como nós em condições que nem toleraríamos aos nossos animais domésticos?
Isso para mim é que é real crise!

Abraço!

André Couto disse...

Se me permites brincar com algo tão sério direi que nos tempos de hoje, em Portugal, a foto só teria uma diferença:
Ao lado do prato vazio estaria um Magalhães...
Um abraço!

Socrates daSilva disse...

André Couto,

Bem metida!!!

Abraço!