terça-feira, 15 de dezembro de 2009

impressão

salvo em raras excepções

sinto o meu corpo flutuar

imerso num mar de fogo

que escorre entre os dedos do tempo



3 comentários:

pinguim disse...

Uma simples quadra tão "complicada"...
Abraço.

com senso disse...

"Salvo em raras excepçóes"... Bom, como se costuma dizer isso é que é um fogo....

Violeta disse...

Pensa em flutuar como algo bom.
Fica bem.
Bjs