sábado, 19 de julho de 2008

Namorados da Cidade


Namorados de Lisboa,
à beira Tejo assentados,
a dormir na Madragoa.
Namorados de Lisboa,
num mirante deslumbrados,
à beira verde acordados.
Namorados de Lisboa,
ao Domingo uma cerveja,
uma pevide salgada,
uma boca que se beija
e que nos sabe a cereja,
a miséria adocicada,
à beira parque plantada.
Namorados de Lisboa,
sempre, sempre apaixonados,
mesmo que a tristeza doa,
namorados de Lisboa.
Namorados de Lisboa,
na cadeira dum cinema,
onde as mãos andam à toa,
à procura de um poema,
namorados de Lisboa,
que o mistério não desvenda
até que o escuro se acenda.
Namorados de Lisboa,
a apretar num vão de escada
o prazer que nos magoa
e depois não sabe a nada.
Namorados de Lisboa,
a morar num vão de escada.
Namorados de Lisboa,
sempre, sempre apaixonados,
mesmo que a tristeza doa,
namorados de Lisboa.

(José Carlos Ary dos Santos)


Sou um (e)namorado de Lisboa. Por vezes não lhe dedico o tempo e a atenção merecida, mas quando regresso, apetece-me beijar cada esquina. Mas, antes gosto de me aproximar vagarosamente de longe. No cacilheiro, na ponte, no avião. Antes de me perder no seu floreado de gente e casas, quero sempre olhá-la por inteiro, a abraçar (ou a ser abraçada?) o rio.


…sempre, sempre apaixonados / mesmo que a tristeza doa / namorados de Lisboa.

Amo-te muito. Nunca duvides, cidade eterna.



8 comentários:

pinguim disse...

Lisboa tem mesmo que se amar...
Abraço.

Socrates daSilva disse...

Pinguim,
Claro que sim. Absolutamente!
Abraço

Angelo disse...

Houve outro terramoto por aqui?

Tenho tantas saudades de Lisboa...

Catatau disse...

Este poema do Ary é uma delícia - como quase tudo do Ary. O C. do Carmo, ahn... (* estou a encolher os ombros).

Também gosto muito de Lisboa. Não confundo a política elitista e sulista, centralizadora e macrocéfala com o meu gosto pela cidade e pelas gentes que conheço. E é sempre bom voltar ao seu cosmopolitismo. :)

jasmimdomeuquintal disse...

É linda Lisboa. Gostei de Ary, claro está e deixa-me dizer-te que o teu blog está muito melhor... mas é apenas a minha opinião.
bjs

The Unfurry Swear Bear disse...

E eu que vou voltar a trabalhar em Lisboa, já fazia tanto tempo!

Special K disse...

É a minha Lisboa, cidade linda e romântica.
Um abraço.

Socrates daSilva disse...

Angelo,
Então isso andou a abanar no Japão?
Aqui o que treme são as saudades.
Abraço


Catatau,
Ary. O poetizar da vida como ela é.
Carlos do Carmo. Para quem há meia dúzia de anos está a descobrir verdadeiramente o fado, existe ocasiões em que sabe tão bem escutá-lo.
Lisboa. A origem e o retorno. O local onde, vá aonde vá, reclama-me.
Abraço


Jasmim,
Lisboa e Ary…
Obrigado pela opinião sobre o blogue!
Bjs


Unfurry,
Vais gostar! Então das horas de ponta…
Abraço


Special k,
É sim! Tens toda a razão.
(Mas, é tua, é minha e de quem a apanhar…)
Abraço